sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Eu casei com o Murphy

Dizem por aí que quando você quer algo o universo conspira para que você consiga. Eu digo o contrário: Quando eu quero algo o universo conspira para que não consiga. É inacreditável. Como diz meu amigo: “Alguém lá em cima adora rir da minha cara”.
Eu digo para todo mundo que não quero me casar, e descobri que eu nem poderia mais. Afinal de contas o Murphy já resolveu me desposar. E por mais que eu tente ele é pior que Trident em sola de sapato, não sai nem por decreto. Ele é tão fixo quanto o Sarney no Senado: eterno.
Uma boa prova disso foi hoje, uma típica sexta-feira 13. Sabe aqueles dias que você tem toneladas de coisas para fazer e não pode perder tempo? O pior de tudo é que eu estava realmente com disposição para fazer tudo e descansar no final de semana.
Foi então que a dona energia elétrica resolveu cair. Duas horas sem energia. Quando a CPFL resolveu o problema vejo eu que meu modem não está funcionando, tiro da tomada e nada de voltar. Vou ligar a televisão e descubro que a Net está fora e o melhor de tudo, sem previsão de volta. Mais uma hora e meia depois a dita cuja resolveu voltar.
E aí você visualiza minha cara de choro e desespero. Com tanta tecnologia no mundo eu fui traída justamente por ela. Maldição.
Alias essa não é a primeira vez que isso acontece e me faz crer que eu sou a senhora Murphy. Seja em relacionamento, trabalho, amizade, família. Em tudo eu tenho uma história digna de espanto para contar. E juro, que se não tivesse acontecido comigo eu também não acreditaria. É muito azar para uma pobre pessoa só. Chega ao cúmulo que minha bolacha cai com o requeijão para baixo, em cima de uma barata morta e ainda é levada pelas formigas.
Deu para entender a minha situação não é? Ainda acho que titio Silvio Santos está perdendo um enorme dinheiro em não comprar os direitos autorais da minha vida. Eu seria uma história muito melhor que a da Maria do Bairro ou Maria não-sei-o-que-lá que ele resolve passar. Novela mexicana é meu forte. Juro que a cada situação parecida eu me deparo com as musiquetas bregas dessas novelas; e confesso que eu tenho medo que alguém Jorge Roberto ou qualquer com combinação de nomes tosca se declarar para mim.
E eu não contei o melhor ainda! Começou a festa do Morango dessa bela cidade e com uma qualidade incrível dos shows. E é claro que dá para ouvir tudo, eu disse tudo da minha casa. Durmam com um barulho desses.


Obs.: Eu disse combinação tosca, não tenho nada contra nomes duplos desde que os pais tenham bom gosto.

Um comentário:

anamyself disse...

Hahahaha!

Olha, não sei não, acho que você tá mais pra amante do Murphy, hein. Eu sou a sra. Murphy oficial. Eu sou aquela que, bastou uma coisa dar certo que as outras 30 dão errado. O meu pão não chega a cair; o requeijão estaria vencido.

Meus relacionamentos? Murphy é ciumento demais. Hahahaha!

E, olha só. Eu já conheci um Bruno José! Quer que eu te apresente? hahaha!

Search this Blog